sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Curso de Técnicas Osteopátiacas em Campinas - osteopatia

Curso de Técnicas Osteopáticas será ministrado em Campinas, 

Este curso possui um valor de investimento especial, muito abaixo do mercado, e lhes dará um alto retorno em conhecimento.


mais informações você encontra no site:

http://www.colunasemdor.com.br/fisioterapia/curso-de-osteopatia-tecnicas_osteopatica.html

www.fisiomelhor.com.br

Esperamos pela sua presença!!!!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Hérnia de disco e Osteopatia - Fisioterapia Campinas

ESTATÍSTICAS COMPARATIVAS NOS TRATAMENTOS DE LOMBOCIATALGIA POR HÉRNIA DISCAL Autor: FRANÇOIS RICARD D.O. MRO

INTRODUÇÃO
Os tratamentos de lombociatalgia por hérniaa discal são numerosos: nosso propósito é comparar estes tratamentos com o tratamento osteopático.

RESULTADOS DO TRATAMENTO MÉDICO
O tratamento médico inclui durante uns dez dias: • repouso estrito • várias classes de medicamentos em ausência de conta-indicação:
Þ antiinflamatórios não esteróides (voltaren,...) 100 a 150 mg/dia
Þ miorelaxantes (trancopal, decontráctil, miolastan,...) 10 a 20 mg/dia
Þ analgésicos (codeína) 30 a 60 mg/dia

Em caso de fracasso deste tratamento se pode utilizar corticóides:
• administração oral: 10 a 60 mg/dia durante uma semana
• infiltrações epidurais: 20 a 60 mg de parametasona, 2 a 4 infiltrações sobre 7 a 15 dias.

EULRY-GUEZAIL-PATTIN-DOURY
(1) realizaram um estudo sobre 563 pacientes que diz:
- o tratamento médico tem bons resultados em 49,73% dos casos
- as infiltrações têm bons resultados em 21,31% dos casos

Portanto um total de 71,04% dos casos. Os pacientes que tiveram um fracasso receberam tratamento cirúrgico.

TRATAMENTOS CIRÚRGICOS A NUCLEÓLISE
Se utilizam produtos tipo quimopapaína, que não tem seus incovenientes. O produto produz uma separação das moléculas de proteoglicanos e um agrupamento dos polissacarídeos que perdem sua capacidade de retenção hídrica. Provoca uma diminuição do volume e da pressão do disco intervertebral e da hérnia discal, pois ocorre uma diminuição da compressão radicular. A hérnia tem que ser contínua com o disco intervertebral. Se produz a extração mecânica por sucção e fragmentação de uma parte do núcleo. A intervenção se faz mediante monitorização visual de frente e de perfil. Existe várias conta-indicações:
• hérnia excluída
• estenose
• hérnia volumosa
• gravidez
• alergías

PRIVAT-CHIROSSEL-LESOIN
(2) realizaram estudo sobre uma população de 200 pacientes que diz:
- 70% de bons resultados
- 30% de fracassos

A MICROCIRURGÍA
Esta operaação se faz sob raquianestesia ou anestesia geral com o paciente em laterocúbito e cifose lombar. Se realiza uma abertura lateral sobre uns dois centímetros até o ligamento amarelo. A exploração com microscópio permite a excisão do fragmento (nucleotomía). A verticalidade em cifose se faaz depois de 4 dias. Os resultados de um estudo sobre 100 pacientes que fizeram

FEREBEAU-RODRÍGUEZ-SEGHARBIEUX e SAMAHA
(3) (CHU de MONTPELLIER) diz:
- muito bons resultados 31%
- bons resultados (com dor residual) 30,4%
- fracasso 38,6%
Total de 61,4% de bons resultados.

CIRURGÍA CLÁSSICA
Consiste, sob anestesia geral, realizar depois de uma incisão
medial lateralizada um afastamento das massas musculares, uma abertura do ligamento amarelo com evidência da raiz comprimda. Se procede uma hemilaminectomia e um raspado do disco.
Existem várias complicações como:
• recidiva
• hérnia discal em outro nível
• alterações ósseas (hipertrofia das facetas articulares, osteofitose)
• fibrose pós-cirúrgica
Um estudo que realizaram

HAMOND-REYNAND-MATAR e RHIATY
(4) sobre 3000 pacientes diz:
- bons resultados 83%
- resultados regulares 10%
- maus resultados 7%
Total de 17% de maus resultados.

NOTA: apesar dos bons resultados, existe 20% de complicações dos casos operados:
• lombalgia residual 50%
• ciática residual ?%
• fibrose pós-cirúrgica 12%
• infecção 2,8%
• síndrome da cauda equina 0.2%
• recidiva de hérnia discal ao mesmo nível ?%
• hénia radicular durante a operação ?%
• hérnia discal a outro nível por hipomobilidade produzida pela operação ?%

RESULTADOS DO TRATAMENTO CONSERVADOR POR OSTEOPATIA
Realizamos um estudo sobre 690 pacientes apresentando lombociática por hérnia discal. Critérios de seleção da amostragem: - hérnia discal medial, interna, foraminal ou externa objetivada por tomografia computadorizada ou ressonância magnética. - sinais clínicos: . dor à flexão ou extensão do tronco . dor em posição sentada . dor à tosse ou espirro . teste de LASEGUE e BRAGARD positivos entre 10º e 100º . abolição ou não dos reflexos rotuliano ou aquileu . hipotonia muscular ou não.
O protocolo de tratamento incluiu: - manipulações diretas: Derefield positivo, Derefield negativo, Thrust do sacro - lumbar roll em lateralidade ou rotação segundo o tipo de hérnia discal - lift off T12-L1 - protocolo categoría 3 de DEJARNETTE - flexão-distração - spray-stretch: espinhais lombares, quadrado lombar, psoas, piramidal - conselhos de higiêne de vida - repouso em uma primeira etapa e exercícios em uma segunda etapa
Se classificaram os resultados de maneira seguinte:
* MUITO BONS = alívio duradouro de 100%
* BONS = alívio duradouro de 90%
* MÉDIOS = alívio duradouro de, no mínimo, 70%
* MEDIOCRES = alívio de 50%
* MAUS = alívio inferior a 50%

Foi considerado como bom resultado, os resultados [muito bons] + [bons] + [médios]. Resultados globais do tratamento osteopático sobre uma população de 720 pacientes:
- bons resultados: 91,32%
- maus resultados: 8,68%

Número de sessões necessárias para aliviar o paciente em média 100% (população de 420 pacientes):
• 2 tratamentos 7,15 pacientes
• 3 tratamentos 9,52%
• 4 tratamentos 11,90%
• 5 tratamentos 28,58%
• 6-7 tratamentos 42,85%

Porcentagem de alívio em 3 sessões sobre uma população de 420 pacientes:
• menos de 50% 14,28%
• 50% de alívio 4,75%
• 70% de alívio 64,28% • 80% de alívio 2,38%
• 90% de alívio 7,15%
• 100% de alívio 7,15%

NOTA: contra-indicações ao tratamento osteopático e indicações à cirurgia: - hérnia discal excluída - teste de LASEGUE inferior a 10º - teste de MONTERO negativo (rotura do ligamento comum vertebral posterior) - transtorno dos esfíncteres - ciática paralizante - síndrome da cauda equina - ciátca durante mais de 6 meses apesar de um tratamento médico e osteopático bem feitos.

RESULTADOS COMPARATIVOS DOS DISTINTOS TRATAMENTOS PARA HÉRNIAS DISCAIS LOMBARES
Os resultados do tratamento osteopático parecem superiores aos resultados dos tratamentos médico e cirúrgicos. Nos parece então que o tratamento de eleição das hérnias discais lombares é o tratamento conservador por várias razões:
1º O tratamento osteopático não tem as complicaações da cirurgia e tem melhores resultados.
2º O tratamento cirúrgico representa uma agressão importante para o organismo. As complicações podem ser graves a curto ou a longo prazo (dor residual, recidiva, instalação de uma artrose lombar com suas repercussões, fibrose pós-cirúrgica, inestabilidade vertebral): não é sempre o tratamento eleito para a hérnia discal.
3º O tratamento osteopático das complicações é menos eficaz (50% de bons resultados) depois da cirurgia.
4º Em caso de fraacasso do tratamento, sempre se pode recorrer ao tratamento cirúrgico.

BIBLIOGRAFIA 1. EULRY F. - GHEZAIL M. - PATTIN S. - DOURY P. (CHU BEGIN). Traitement Medical de la Sciatique D'origine Discale - MASSON 1991
2. PRIVAT J. M. - CHIROSSEL J. P. - LESOIN E. Nucléotomie Percutanée Automatisée: Indications et Resultats - MASSON 1991
3. FREREBEAU Ph. - SEGNARBIEUX F. - RODRIGUEZ M. A. - SAMAHA E. Microchirurgie de la Hernie Discale Lombaire: Avantages et Avantars - MASSON 1991
4. PRIVAT J. M. Eches de la Chirurgie de Hernies Discales: Complications des Reprises Operatoires - MASSON 1991

www.colunasemdor.com.br

Hérnia de disco? Não faça cirurgia!!!

Sabe-se que 80% da população mundial, já passou ou passará um dia por uma crise de dor nas costas. Estima-se que no Brasil existam mais de 5 milhçoes de pessoas afetadas por hérnias discais.

Imagine o tamanho so dofrimento dessas pessoas, com dores frequentes e ininterruptas, a procura de uma solução. Com toda certeza irão escolher aquele profissional que dá a opção mais imediata. "Que tal uma cirurgia?".

A hénia d disco tem sinais e sintomas muito claros, podendo, se fazer um diagnóstico clinico, que será confirmado e reforçado por uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética. O RX, não mostra a hérnia, mas algumas imagens podem sugerir a existencia de uma.

.Existem critérios muito bem definidos que devem levar uma pessoa a uma cirurgia de hérnia de discol, entre eles: Perda de força muscular, hipotonia, atrofia e perda de urina.

Normalmente quando se escolhe um tratamento, muitas vezes pelo desespero e pela falta de conhecimento, o paciente opta por uma escolha errada. a escolha dacirurgia. Cria-se a ilusão de que toda recuperação é boa e rápida, e que terá vida normal em poucas semanas. (quantas são poucas semanas?).

Uma cirurgia na coluna é sempre arriscada, mesmo que seja uma cirurgia minimamente invasiva. É como jogar na loteria, você pode ter problemas com a anestesia, infecção, aderencia da cirurgia (muito comum), e outra série de complicações, que poderão comprometer o resultado.

Quando se opta por um tratamento Osteopático, o paciente se dá a oportunidade de melhorar, sem riscos e danos físicos, com boa porcentagem de chance de cura. E o que é melhor, caso esse tratamento falhe, o paciente ainda tem a chance de uma cirurgia.

Caso opte ir direto para uma cirurgia, não haverá mais como voltar atrás. após a cirurgia, se diminui muito a possibilidade se ter uma boa resposta com a Osteopatia.

Outra coisa importante de se dizer é que quando se trata de hérnia lombar, a hérnia não é o principal fator de compressão dos nervos, na maioria das vezes. Há um erro de interpretação na anatomia e na fisiologia da coluna, fazendo com que muitos especialistas o cometam. Por isso é muito comum no consultório termos pacientes que relatam que estão com dores iguais ou piores, mesmo ap´s a cirurgia.

Desta forma todo paciente consciente deve se dar a oportunidade de um tratamento osteopático anes de recorrer a uma cirurga. É isso que recomendamos baseado em evidencias, pesquisas e experiencia.


Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas
Atenção!
Se você deseja reproduzir, ou divulgar esse texto deve inserir o nome do autor e o endereço do site www.colunasemdor.com.br logo abaixo do título do texto.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Curso de Drenagem Linfática - Campinas

Realizaremos um pequeno curso de um dia de Drenagem linfática aqui em Campinas.
o curso terá inicio as 13 horas e duração de  6 horas
Será um curso para poucas pessoas. Temos poucas vagas!!!!!
Devem vir de Biquini, ou sunga.
Os participantes receberão certificado e apostila
Mais informações:
(19) 3251-3297

www.fisiomelhor.com.br

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Chás que podem ajudar no seu dia-a-dia - Fisioterapia Osteopatia Campinas

www.colunasemdor.com.br


Chás que podem te ajudar

Segue uma lista de chás que podem ajudar no dia a dia. Todos são feitos com ervas fáceis de serem encontradas, e a maioria pode ser cultivada em casa, sem grandes transtornos.
Não recomendamos o uso de chá de saquinho, pois nem sempre se tem 100% da erva desejada, além disso, são confeccionados com o refugo da erva.
Para se preparar um bom chá, devemos começar pela escolha da erva. Se for comprar a erva seca procurar aquelas de cultivo orgânico, e observar dentro do pacote, quanto menos galhos, melhor. Se for colher a erva, procurar as folhas, galhos, flores, ou as plantas mais bonitas. Nunca se deve colher após regar a planta.
O preparo do chá: deve-se colocar a erva em um recipiente, em outro se ferve a água. Após a água fervida e parar de soltar bolhas, derramar sobre a erva, e abafar com um prato. Estará pronto para tomar após 10 minutos.
Para fins medicinais não se deve adoçar o chá, salvo alguns que podem ser adoçados com mel.
Devem ser evitados os chás que tem cafeína em sua composição, como o chá preto e o chá mate.
Não há mal em se tomar chá gelado, no entanto os chás gelados prontos para beber que encontramos normalmente no mercado, são feitos de mate, com corante e conservante, aroma artificial, além de açúcar, portanto devem ser evitados.

Chá de Agrião: Para tosse.
Fazer chá das folhas e haste da planta. Pode adoçar com mel.

Chá de Alface: Insônia e calmante
 Fazer chá das folhas. Muito usado (antigamente) para bebês.

Chá de Alho: Para baixar a febre e gripe
Ferver 2 ou 3 dentes de alho picados, pode adicionar Hortelã, duas rodelas de limão e tomar com mel. Cuidado para quem tem pressão baixa.

Chá de Boldo: Dor de estomago, digestivo.
Fazer chá das folhas, ou macerar as folhas e tomas com água morna.
Obs: o Boldo-do-Chile tem as mesmas indicações

Chá de Camomila: Calmante, analgésico e digestivo.
Fazer chá das flores

Chá de Carqueja: Digestivo, e diurético.
Fazer chá das folhas

Chá de Erva-Cidreira: Digestivo e calmante

Fazer chá das folhas e flores

Chá de Gengibre: Tosse, rouquidão, inflamação de garganta, dor e rigidez muscular.

Ferver o gengibre fatiado. Fica melhor se tirar a casca

Chá de Goiabeira: Diarréia

Fazer chá das folhas e brotos

Chá de Flor-de-Laranjeira: Calmante

Fazer chá das flores

Chá de Malva: Para inflamações
Fazer chá das folhas

Chá de Manjericão: Asma, Bronquite e febre.
Fazer chá das folhas

Chá de Pata-de-Vaca: Diabetes, diurético.
Fazer chá das folhas

Chá de Quebra-Pedra: Diurético, cólica renal, cálculo renal.
Amassar a planta toda, deixar de molho em água morna.

O Chá Verde e o Banchá são ótimos para acompanhar as refeições, ou como digestivo, no lugar do café. Além disso, já é comprovado o efeito benéfico que esses chás tem para o coração e circulação. Esse chá deve ser fraco.

Tomar Chá pela manhã, em jejum, é ótimo para o organismo, tão bom que na falta do chá pode-se ingeri apenas a água quente. Esse hábito ajuda a limpar o aparelho digestivo, nos preparando para o que virá durante o dia. 



quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Curso de Técnicas Osteopáticas - Campinas - Osteopatia


MELHOR RELAÇÃO CUSTO BENEFÍCIO EM CURSOS DE OSTEOPATIA

A Osteopatia é uma metodologia extremamente eficaz de avaliação e tratamentos, que se utiliza de técnicas específicas de terapia manual e manipulação da coluna vertebral e demais articulações do corpo com a finalidade de reestabelecer a função das estruturas e sistemas corporais. Sendo assim um sistema metodológico prática, eficaz e de baixo custo.

Está embasada por fundamentos científicos de anatomia, fisiologia, e semiologia médica, e é tão benéfica que a OMS (organização Mundial de Saúde), reconhece e incentiva a sua prática.

Objetivos
Este curso tem como objetivo introduzi o aluno aos conceitos da Osteopatia e abordar os problemas mais comuns encotrados no dia a dia da clínica de Fisioterapia, e traçar uma abordagem muito pratica de avaliação e tratamento sob a ótica da Osteopatia. de avaliação e tratamento..
Ao final o aluno terá ferramentas suficientes para realizar um tratamento osteopático do início ao fim.
.
Conteúdo
• Histórico da Osteopatia
• Leis de Still
• Fisiologia Osteopática
• Lesão Osteopática e disfunção somática
• Conceito de Hipermobilidade e Hipomobilidade
• Leis de Fryette
• Indicações e contraindicações
• Avaliação Osteopática Geral
o Exame estático – Postural
o Testes de mobilidade
o Palpação estática e dinâmica 
o Testes Neurológicos
o Teste de Mitchel
o Estrela de dor
• Princípios da Técnica de Jones
• Princípios da Técnica de Músculo Energia
• Princípios da Técnica Neuro Muscular
• Princípios das Técnicas de Thrust
• Biomecânica, avaliação e tratamento da coluna lombar
o Testes Lombares
o Técnicas de Thrust para Vértebras Lombares
o Técnicas para tecidos moles
• Biomecânica, avaliação e tratamento da Sacro-ilíaca
o Testes de mobilidade da Sacro-ilíaca
o Manobras de Thrust para Sacro-ilíaca
• Biomecânica, avaliação e tratamento da coluna torácica
o Testes para coluna torácica
o Manobras de Thrust para torácica
o Tratamento de tecidos moles envolvidos com a coluna torácica
• Biomecânica, avaliação e tratamento da coluna cervical
o Testes cervicais 
o Manobras de Thrust para cervical
o Manobras de tecidos moles
o Liberação miofascial para cervical alta
• Biomecânica, avaliação e tratamento do membro superior
o Avaliação do punho
o Manobras com thrust para o punho
o Mobilização para o punho
o Manobras de Thrust e stretching para cotovelo
o Manobras de mobilização para ombro
• Biomecânica, avaliação e tratamento do membro inferior
o Manobras para tornozelo
o Manobras para meniscos




Ministrante
Dr.Felipe Ribeiro Mascarenhas C.O.
Fisioterapeuta, Osteopata C.O.
Formado pela Escuela de Osteopatia de Madrid - EOM
Formação em RPG/RPM, Maitland, Cyriax, Liberação miofascial, Terapia Crânio-Sacro
Membro da Sociedade Brasileira de Estudos da Dor
Mais de 10 anos de estudos e prática clinica.

 
 Curso apostilado com certificado


mais informações você encontra no site:

http://www.colunasemdor.com.br/fisioterapia/curso-de-osteopatia-tecnicas_osteopatica.html

www.fisiomelhor.com.br





Esperamos pela sua presença!!!!

sábado, 21 de agosto de 2010

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Curso de Osteopatia

Curso de Aprimoramento em Osteopatia, com 5 módulos independentes.

Garanto que esse é o curso com a melhor relação custo benefício. e vc terá aulas com um professor com mais de 10 anos de prática!!!

mais informações

www.colunasemdor.com.br

www.fisiomelhor.com.br

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Curso de Osteopatia em Campinas

Curso de Aprimoramento em Osteopatia em Campinas, Osteopatia Clinica e Pós Graduação em Osteopatia com os melhores osteopatas do Brasil, com muita experiência e dedicação.....


Estamos constantemente renovando nossa agenda. você pode saber mais entrando no site


www.fisiomelhor.com.br



Mais detalhes em:
http://www.colunasemdor.com.br/fisioterapia/agenda-cursos.html

ou

www.fisiomelhor.com.br

terça-feira, 20 de julho de 2010

Novo Site -Fisioterapia Campinas - 2010

o nosso novo site está pronto..
logico que ainda precisa de alguns ajustes, mas mesmo assim eu os convido a dar uma olhada!!!
o nosso endereço continua o mesmo

www.colunasemdor.com.br


www.fisiomelhor.com.br

um abraço
Felipe Mascarenhas

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Sumido

Realmente estou um pouco sumido do blog...
MAS, muitos projetos novos estão por vir.....
Este tem sido um ano de recolhimento e planejamento, estou reformulando cursos, site e tudo mais....
Além de todas as mudanças profissionais, tenho mais um membro em nossa familia!!! Minha filhina que acaba de completar 3 meses....