segunda-feira, 30 de julho de 2012

VEJA COMO O TABLET PODE INTERFERIR NO SEU CORPO


VEJA COMO O TABLET PODE INTERFERIR NO SEU CORPO
30/07/12
Por se tratar de um aparelho portátil que se adapta a qualquer circunstância e situação, o uso frequente em posição inadequada pode trazer problemas sérios à saúde.
Os brasileiros estão aderindo cada vez mais aos tablets. Com a queda nos preços, as vendas crescem no Brasil e avançam sobre notebooks e desktops (computadores de mesa).

Por se tratar de um aparelho portátil que se adapta a qualquer circunstância e situação, o uso frequente em posição inadequada pode trazer problemas sérios à saúde.

Tendinites, dores nos ombros, no pescoço e nas costas são algumas consequências geradas pelo uso incorreto do aparelho.

"Só o simples ato de segurar o tablet já traz cansaço aos braços, mãos e ombros. Se o usuário ficar parado muito tempo em uma mesma posição, o cansaço pode se transformar em uma pequena lesão", relata a fisioterapeuta Pryscilla Braz D'Ornellas.

“Teclar e a própria posição sentada leva o ususário a inclinar o tronco pra frente, levando a má postura”, conta Pryscilla que, há dois anos, é instrutora de pilates. Segundo ela, a modalidade trabalha o corpo todo em função da melhora postural e estabilidade da coluna, auxiliando os usuários de tablets a evitarem lesões.

De acordo com a fisioterapeuta, uma das maiores queixas dos alunos do pilates é a tensão dos ombros e dor na cervical, seguido das dores na lombar, causada também por má postura de quem usa tablets.

Além da postura, o pilates auxilia também a respiração. ”O foco da modalidade é trabalhar a respiração junto da contração abdominal, o que segura a postura correta na hora de sentar, principalmente.”

Pryscilla garante que não há restrições e pessoas de todos os perfis podem praticar. “Desde crianças a idosos, gestantes e quem ainda está passando por um pós-operatório.”

O publicitário Tomás Torres diz que precisa estar sempre conectado e depois que adquiriu o tablet, no final do ano passado, passou a ter dores nos braços e pescoço por uso excessivo do aparelho. “Sempre achei a tela do smartphone muito pequena e resolvi comprar um. Dois meses de uso excessivo me renderam dores nas articulações dos braços e pescoço.”

Para lidar com o desconforto, o publicitário encontrou nas aulas de pilates o que precisava. “Comecei a ter mais noção do meu corpo e da importância que é estar sempre com a postura correta. Com as aulas, o desconforto sumiu quase que totalmente. Continuo fazendo e só sinto melhoras.”

De acordo com Pryscilla, não só o pilates, mas outras atividades físicas que fortaleçam os músculos são benéficas aos usuários de tablets e outros aparelhos móveis.

“Hoje em dia todos os profissionais do bem estar sabem e passam dicas de alongamentos que levam a postura ideal. Em menos de um mês praticando qualquer atividade que alongue e fortaleça, os alunos já relatam melhoras.”

Evitando lesões

Ficar em pé segurando o tablet com apenas uma mão, pode causar dores nas articulações da base do polegar, além de provocar a tendinite, que afeta a região entre o polegar e o punho. “O indicado é segurar o aparelho com as duas mãos no momento da leitura, o que divide o peso do aparelho entre os dois braços. Já os cotovelos próximos ao corpo, reduzem a sobrecarga na musculatura dos ombros”, diz a fisioterapeuta.

Posicionar o tablet na horizontal, quando está sentado, seja em cima da mesa ou apoiado sobre as coxas, pode afetar os pulsos, que tendem a ficar flexionados para cima ao digitar no aparelho, além de provocar dores na cervical, já que o usuário precisa olhar para baixo. "O recomendado é manter a coluna o mais reta possível, utilizar sempre um apoio que deixe o tablet inclinado, seja com uma capa dobrável, pilha de livros, ou até mesmo almofadas, Tais ações evitam a projeção do tronco, que sobrecarrega os músculos das costas”, aponta a profissional.

Quando estiver deitado, a melhor posição para ficar é de bruços."Desta forma, a pessoa é obrigada a fazer a hiperextensão do tronco, alongando a cadeia anterior (grupo muscular da parte da frente do corpo) e fortalecendo as costas, postura que não fazemos quando estamos sentados", aponta a fisioterapeuta.

Para que as articulações dos cotovelos e ombros não sofram por sustentar o peso do tronco, Pryscilla recomenda ainda não ficar muito tempo na mesma posição. “Para não ter problemas futuros, o ideal é alternar as posturas, não ficar em uma só por mais de uma hora seguida e alongar sempre que possível.”

Claro que quanto melhor essa consciência corporal no sentar ou deitar com os tablets seria uma prevenção, mas na prática as pessoas esquecem. Então o melhor é sempre praticar alguma atividade física, junto com o alongamento”, aponta Pryscilla.

De acordo com a fisioterapeuta, a postura deitada é a menos indicada. “O melhor jeito de usar o equipamento sem trazer danos à musculatura é sentado, com o tablet em apoio, no campo de visão sem inclinar a cabeça ou o tronco."

O ideal é procurar manter a coluna reta, e o equipamento distante do rosto, para uma leitura confortável, que não force a coluna cervical. Utilizar sempre um apoio que deixe o tablet inclinado, seja com uma capa dobrável, pilha de livros, ou até mesmo almofadas também auxiliam. “Tais ações evitam a projeção do tronco, que sobrecarrega os músculos das costas. Utilizar teclados sem fio e suportes flexíveis, que auxiliam o aparelho a ficar em pé, contribuem para o uso eficaz do aparelho, sem afetar a saúde do usuário."

Com relação aos aparelhos móveis, a fisioterapeuta grante que o notebook é melhor para postura, uma vez que é possível direcionar a tela. “O note é maior, a cabeça não faz tanto esforço porque ele fica na frente e sua tela é moldável. O ideal sempre é o aparelho ir ao alcance da visão e não a cabeça ficar inclinada para que haja o alcance visual.”

Alongamentos

Alongamentos simples antes, durante e após a utilização do aparelho ajudam os usuários a aliviar a tensão.


A fisioterapeuta garante que não só quando o desconforto já é sentido o usuário deve realizar o procedimento. “O alongamento é, principalmente, uma atividade preventiva. Sem esse cuidado básico, a chance de dores aparecerem é muito grande.”

Confira algumas dicas para realizar o alongamento

- Começar o procedimento do centro para as extremidades. Alongar o pescoço para direita, esquerda, para cima e para baixo. Logo após os braços e, por último, as mãos;

- Se a pessoa ficar menos de 2 horas usanto o tablet, o ideal é alongar após o uso. Se vai usar no aparelho por mais de 2 horas, ela pode fazer antes da utilização os alongamentos. Quem pretende usar o aparelho por bem mais de 2 horas deve repetir os alongamentos a cada duas horas e realizar a troca de posições até o término do uso;

- O alongamento dura, em média, de 5 a 10 minutos (no máximo);

- Cada posição alongada deve ser mantida de 10 a 30 segundos.

Quando estiver sentado, além dos alongamentos, é importante sempre lembrar de "arrumar" a postura sentada pela lombar primeiro, como um encaixe no quadril, uma vez que isso ajuda a reorganizar a coluna toda.

“Ou seja, não basta colocar os ombros para trás e apenas esticar as costas, uma vez que a pessoa não vai manter a posição por muito tempo. A pessoa fazendo isso frequentemente, mesmo que seja dificil manter a posição no começo, depois acaba acostumando e reorganizando automaticamente a postura”, diz a profissional.

"Não é preciso deixar de utilizar o tablet. O importante é ficar atento para que uma simples ação cotidiana não se torne um problema de saúde no futuro. Com alongamentos simples, podemos prevenir a aparição de dores e incômodos", conclui.
Fonte: A Tribuna

Nenhum comentário:

Postar um comentário