quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Hérnia de Disco e Tratamento com Acupuntura


 A acupuntura é excelente para doenças funcionais, isto é, para aquelas onde apenas a função está alterada e não existe nenhuma lesão orgânica, o que dificultaria o tratamento.

E a hérnia de disco, é ou não uma doença orgânica? Existe uma lesão irreversível? Aparentemente não. O nome hérnia não é o melhor nesta situação, porém o uso o consagrou. O disco é um amortecedor que fica entre uma vértebra e outra. É feito de um tecido fibro-cartilaginoso e tem um núcleo gelatinoso. Parece um daqueles famosos chicletes que tem uma geléinha dentro.

O disco tem como função amortecer o impacto de uma vértebra sobre outra e também proteger as saídas das raízes nervosas de dentro da medula espinal. Para quem não tem muita familiaridade com a anatomia, vamos lembrar que de cada espaço entre uma vértebra e outra sai um nervo que irá alimentar cada partezinha do nosso corpo, seja um órgão nobre como o fígado ou um pequeno músculo no pé.


Figura mostrando vértebras, seus discos, a medula e raízes nervosas dela saindo.
Quando éramos alegres macaquinhos pulando para lá e para cá nas árvores e descendo de vez em quando ao chão, ficando poucos instantes de pé, não tínhamos problemas com a coluna. A partir do momento em que resolvemos nos firmar em dois pés para dominar o planeta, arrumamos encrenca com a nossa coluna.
Começamos a colocar um peso - exagerado, em alguns casos - em cima dessas vértebras e por conseguinte desses discos. Juntando-se a isso, o excesso de trabalho em atividades forçadas, como abaixar continuamente, levantar muito peso, torcer a coluna, ou ainda ao contrário, ficarmos muito tempo inativos em posições estranhas como sentar - sim, sentar é pior para a coluna do que ficar de pé - os nossos discos acabam suportando uma pressão para a qual não foram "construídos".
Visto de cima, discos com vários graus de comprometimento. Normal, começando a protusão, com protusão avançada e com "hérnia".
O disco então vai se achatando ou se protuindo para fora do eixo original. Em uma situação extrema, o anel fibroso se rompe e libera a geléia que guarda dentro, diminuindo ainda mais a sua capacidade amortecedora e criando uma estrutura externa que vai irritar a raiz nervosa.
Tanto a protusão como a "hérnia" provocam sintomatologia importante, que geralmente não é proporcional à lesão. Isso quer dizer, tem gente com pouca lesão e muita dor e gente com muita lesão e pouca dor.
A acupuntura pode agir de várias maneiras. A primeira é através da sua reconhecida capacidade analgésica. A segunda é através da ação antinflamatória. Sim, a acupuntura exerce intensa ação antinflamatória. Quer quiser ler algo sobre isso veja a bela pesquisa da Dra. Márcia Valéria, veterinária acupunturista, aqui.
Vista lateral, mostrando uma protusão discal irritando a raiz nervosa.
Outro efeito da acupuntura, extremamente eficiente -talvez o melhor, na minha opinião - é aquele relaxante muscular. Os músculos da coluna - que a mantém no lugar - são os principais responsáveis pela compressão dos discos. Ganham de longe dos traumas, pois acontecem rotineiramente, mesmo enquanto as pessoas dormem.
Pois a ação miorrelaxante da acupuntura é aquela que melhor resultados vai produzir no alívio não só dos sintoma da compressão - dor, formigamento, perda de força - como também na causa da patologia, que é justamente essa contratura muscular, não importa de onde provenha.


Exame de imagem mostrando uma herniação importante afetando diretamente a medula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário